Escreve pra ela, vai…

Quando uma coisa acaba pra você? Quando ela tem um fim, certo? não. As vezes as coisas acabam sem ter fim.
Ás vezes as coisas acabam mas não tem um fim.
Ás vezes depois que acaba a gente quer continuar.
Ás vezes a gente pede pra ficar.
Pede pra sair.
Não quero sair.
Nunca mais ficar sem você.

Nem se atreva!

Uns dias foram suficientes pra eu entender.
Agora fazer um final de semana valer tanto que parece que aquela pausa passou a mais de um ano!
Perae.. mas foi a mais de um ano. 🙂

(…) and she laughs in the face of the monster who lives in her dreams (…)

Um dos que fiz nos últimos meses. Só pela curiosidade de publicá-lo.

__

Tudo o que ela já tinha pensado sobre o assunto mudou naquele instante, naquele olhar e naquele beijo.
Horas depois em casa o que não lhe saia da cabeça era o cheiro, o perfume doce e feminino que aquela pele macia tinha.

As palavras doces e simples que alguém que te entende realmente, te respeita e abraça, daquele jeito gostoso e suave, mas com um pouco de malícia.
Um encaixe perfeito que ela nunca pensou que existisse. Só talvez no tal príncipe encantado num cavalo branco. Mas não era um príncipe e não era um cavalo. Era uma mulher, talvez princesa, e em uma moto.

Aquele nervoso do começo do passeio de sentar na garupa da motocicleta e sentir o vento na pele e ver tudo passando rápido através do capacete e o frio na barriga já foram um baque e tanto pra quem levava um dia a dia em um marasmo sem muitas aventuras.

Quando desceram da moto e a olhou tirando o capacete percebeu que o frio da barriga não era só pelo medo já superado de andar de moto.
Entraram no restaurante e ela ficou observando o andar e a pose, estava tão segura e me olhava de um jeito tão gostoso, com carinho e interesse em mim e no que eu tinha a dizer.

Nos sentamos, descobrimos que gostamos do mesmo tipo de vinho. Rimos boa parte da noite, quando não ríamos falávamos do trabalho, estudos e assuntos mais sérios. Eu não sabia o que esperar, se eu não poderia falar algo mas depois de uns cinco minutos conversando me senti tão a vontade que todas as minhas preocupações nos últimos dias com aquele encontro sumiram. Tudo simplesmente fluiu.

Saímos embaixo do céu negro. Não sabia muito bem como agir, ela percebeu isso e de uma forma mágica conseguiu me deixar a vontade. Acho que foi o sorriso.. Nos sentamos em um banco na calçada na frente do restaurante antes de irmos, conversamos um pouco. Ela não pegou na minha mão, pegou no meu ombro. Apertou um pouco minha pele. Sorriu e disse:
-Vamos?

Fomos. Subimos na moto e fiquei pensando no jantar e nas conversas. Queria passar mais tempo com ela, senti-la mais, descobrir tudo e estava me sentido tão bem ao lado dela, tão leve.
Foi a minha vez de apertar o ombro dela enquanto ela pilotava a moto, ela mexeu um pouco a cabeça pra sinalizar que estava prestando atenção também.

-Pára a moto.
-O que houve?
-Estaciona a moto quando der. Só um pouco..

Ela estacionou praticamente de imediato. Estava assustada. Será que tinha feito algo errado? A noite estava tão boa. Não tinha forçado a barra. Ou será que tinha? Talvez aquele papo sobre as amigas casadas tinha sido demais.. Observou enquanto ela tirava o capacete depois de ter descido da moto.

-Está tudo bem?
-Ah, sim sim. Eu só queria falar uma coisa..
-Diga, estou perocupada.
-Ah, não! Não se preocupe não. É sobre a noite hoje.. já esta acabando né..
-haha, ta mesmo.. foi bem boa. O jantar foi ótimo.
-Sim foi! Eu amei! Er.. ah.. era isso, queria dizer só que gostei e.. e te agradecer, só isso..
-E me fez parar a moto só pra isso? Hum..
-Ah, vc ficou brava? me desculpa!
-Não! Claro que não. Achei bonitinho. Haha. Ei, não fica envergonhada não vai, eu gostei. Gostei também que você ficou a vontade. E eu nem falei, mas você estava linda hoje, sabia? Seu cabelo ficou lindo preso de lado, destacou seu rosto eu achei, ficou tão elegante, até me achei meio largada só de jeans e camisa, sei lá, devia ter caprichado um pouco mais né, eu até tinha pensado…

Não foi um beijo. Foi mais. Não ouvi nada do que ela falou, só estava lá olhando-a. Nem estava pensando em beija-la ou com desejo incompreensível nem nada, foi só uma coisa que veio. Ela falando e falando e eu a olhando, tão linda, eu queria aquilo, eu a queria! Puxei a pelo pulso e a outra mão foi ao pescoço ela parou de falar, acho que a assustei um pouco. Nosso beijo foi tão bom, tão intenso, quente, um encaixe perfeito, uma boca tão macia como eu nunca pensei. Tudo muito suave. Suas mãos me abraçando, a esquerda apertando minha cintura.
Quando nos soltamos ela me olhou e estava vermelha. Disse:

-Desculpa, eu falo muito quando fico nervosa.

Nos beijamos denovo.
E não parei de sentir aquele cheiro. O cheiro doce que ficou na minha cabeça o resto da noite. E que eu viria a sentir por muito tempo ainda. Até no meu travesseiro.

Ah!

Essa vontade doida de sair escrevendo pelas paredes. E toda a inspiração e ideias tem parte em vc e no que nós vivemos e nossos amigos e amigas.

Quero muito realizar os projetos que a gente enxerga pela frente. Já começei, né?

E vou escrevendo e quero sua ajuda e opinião em tudo! Suas lembranças, suas perguntas, ajudas e sinônimos. Juro ser forte quando chegarmos na sua parte da história!

Não vejo a hora de já ter concluído uns 20 contos e mostrar pras meninas e uní-los pra construir O livro. Já pensou?

 

Qualquer dia coloco um parágrafo aqui. Só um parágrafo.

E estou muito muito feliz que estou conseguindo criar isso. Que antes era só uma ideia. Trouxe a responsabilidade pra mim e agora cabe só a mim concluir! O q deu em mim será? Diploma! Se cada diploma meu me tornar mais forte e capaz.. acho que é essa ideia!

Caricatura

Aliás, por lembrar desse dia que foi tão importante pra mim: obrigada por ter estado lá e me apoiado, ajudado e abraçado.

Sorrio quando lembro que tenho você ao meu lado e seu apoio para aquilo que eu sonhar, desejar, tentar, lutar, correr, combater. Faço por mim porque quero crescer e melhorar, evoluir sempre como sempre sonhei. E com você do meu lado tenho um movito a mais pra isso e alguém pra me segurar e abraçar quando as coisas ficarem dificeis.

argh. cansei desse nhe nhe nhe. HÃ.

Já falei que esse blog não é PRA VOCÊ mas, né? Q q eu posso fazer..

Eu vou falando aqui sobre mim, minhas alegrias e sonhos e isso acaba sempre envolvendo vc, pq vc é que esta lá comigo.

Então assim, sem mais nem menos.

Estávamos nós. Apenas nós duas e mais ninguém e mais nada. Mais nada além de toda aquele gente e aquele barulho que eu mal percebia e via nos seus olhos que você também não os notara.

Aí percebi que não tinha outra coisa a fazer senão beijá-la

E foi assim. Tive certeza que realmente, alí, só existíamos nós duas.

Não havia chão, parede, teto, pessoas, sons. Nada. Apenas dois corpos juntos se completando da forma mais pura e delicada. Cada sentimento, cada diferença, cada semelhança, dúvida e certeza dentro de nós se acertando no mesmo momento em que nossa pele se unia.

Nenhum erro, nenhum porém.

Apenas isso. Amor.

é pra você, por você, e fazendo por você faço por mim.

Quando dois viram um, eai? Como é que ficamos?

Pra ficar bem, se sentir bem, se amar, se cuidar. Se vc cuidar de você cuida de mim ao mesmo tempo.

Chega uma hora que não é mais simplesmente por que quer ou não quer.  É por saber, por ter se convencido, ter desejado a tanto tempo como gostaríamos de estar e ver como estamos agora.

Aí, a gente olha pra frente e começa a ver mais além e percebe que tá seguindo em frente. Não mais sozinho, mas por 2.

São dois. Mas se preferir, pode falar dos 2 como um só.

Porque é o que é. Agora é um.

Escrevi esse texto segunda feira.

__________

Mas é uma saudade loca! LOCA, gente! A gente se vê tão pouco, mas também não temos muita opção. Quer dizer, não tem opção não :\ é quase sempre só no final de semana. Fico tão feliz quando surge alguma outra oportunidade pra te ver, amor. Tão feliz! Algum feriado ou sei lá. To com saudade. E estou contente que amanhã você não vai trabalhar! Vamos nos ver! Vou te ver, encontrar com você, te abraçar apertar e *-*

Vou matar só um pouquinho dessa saudade monstruosa que cresce incrivelmente cada vez que te falo ‘Tchau”. Amanhã então a gente se vê e tudo melhora! É sempre assim!

Quero tirar mais do meu tempo com você. Do nosso tempo juntas, fazer coisas diferentes. Aliás, ultimamente temos feito tantas coisas diferentes e novas! Nem sei te dizer o quanto tenho adorado!  Lugares diferentes, outros passeios, horários, programas e enfim. Todos os nossos amigos e idéias.

Não teria como fazer isso tudo sem você. Não tem como. Só com você meu amor.

 

__________

FAILURE. ok. Não muda nada na verdade. Só continuo com saudade.

Piu.

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Fly

Arquivos